Lisboa - Alfama e Castelo de São Jorge.

O primeiro Post desse Blog irei mostrar um pouco das minhas origens e para isso escolhi a capital de Portugal - Lisboa. Considerada uma das cidades mais antigas da Europa, há estudos e achados que mostram que a atual Lisboa já foi habitada (ou frequentada) por Fenícios em 1200 a.C. que à chamavam de Alis Ubbo ou "porto seguro". Especula-se que a cidade era de extrema importância como ponto de parada para navios que visitavam a Grã-Bretanha para obter estanho.
Posteriormente navegadores de Cartago também começaram a visitar a cidade onde acredita-se que trocavam produtos manufaturados por sal, peixes salgados, metais e cavalos. Após esse período, o território português foi ocupado por Celtas e posteriormente por Romanos que se estabeleceram onde hoje se encontra o castelo de São Jorge. O império romano caiu para os godos que por sua vez sucumbiram para os Visigodos até que em 714 a região foi dominada pelos Mouros. Em 1147 após duas tentativas de tomar a cidade, D. Afonso Henriques conquista Lisboa com a ajuda de cruzados ingleses que estavam a caminho da Terra Santa. Em 1179 Portugal é reconhecida como país e novamente Lisboa se torna um dos principais portos da Europa sendo a principal conexão entre os países do Mediterrâneo (principalmente Constantinopla) e os países do Norte.
Estatua D. José I
Estatua de D. José I - Praça do comercio.
Como chegar:

Avião - Principal opção para viajantes vindo de outros países, neste aeroporto além das empresas tradicionais (TAP, Lufthansa, Air France, etc), empresas Low-cost como EasyJet  e Aer Lingus também operam aqui. Para acessar o site do aeroporto e obter mais informações clique aqui.

Carro - Quem alugar um carro e quiser chegar ou sair de Lisboa as duas principais rodovias que acessão a cidade são: A1 que vai para o Norte do país, mais precisamente para o Porto passando por cidades como Fátima, Coimbra, Aveiro e a autoestrada A2 que vai até a cidade de Albufeira no Sul do país.

Ônibus -  A cidade de Lisboa oferece opções de ônibus para vários destinos portugueses e/ou para outros países. Para consultar os destinos, horários e preços dos trajetos nacionais acesse o site da rede expresso quanto aos destinos internacionais consulte a empresa Inter Norte.

Trem -  Os trens portugueses não são os mais rápidos da Europa mas proporcionam uma viagem confortável e segura. É possível chegar de trem a Lisboa saindo das principais cidades de Portugal. Mais informações sobre horários e preço dos trens portugueses clique aqui

Tanto quem chega a cidade de Ônibus quanto de trem obrigatoriamente irá conhecer a Gare do Oriente. Construída para a Expo 98 a estação é o principal "nó" dos transportes públicos de Lisboa.
Vista Noturna
Vista noturna da Gare do Oriente em Lisboa.
Lisboa também oferece uma malha metroviária razoável que inclusive está ligada ao aeroporto. Com custo de 1,40 €, o metro de Lisboa não é o de Moscou ou o de São Petersburgo, mas é muito limpo, agradável e eficiente. Quem quiser acessar o mapa do metro ou ter mais informações clique aqui.
Metro Lisboa
Estação de Metro em Lisboa.
Outro meio de transporte tipico da cidade de Lisboa são os bonde ou os elétricos como são chamamdos aqui, tem essas "coisas" pra tudo quanto é lado e apesar de serem um pouco apertados, vale a pena o passeio principalmente para quem quer subir o bairro da Alfama que será mostrado nesse post....

Elétrico bonde lisboa
Elétrico nas proximidades da Rua Augusta
O que comer::

Em Lisboa, não há nenhuma comida exótica desconhecida dos brasileiros, mas alguns pratos tem um sabor especial deste lado do oceano. Segue algumas dicas de rango:

Caldo Verde - A sopa com purê de batatas e tiras de couves é uma excelente opção para que estiver em Lisboa no inverno. Preço em torno de 7 €.

Sardinhas assadas na brasa: com um nome autoexplicativo, as sardinhas são servidas com batatas cozidas ou assadas (tudo aqui é servido com batata). Preços variando de 9 à 17 €.

Cozido a portuguesa - Apesar de não ser meu prato preferido, o cozido a portuguesa é uma mista de frango, porco, ovo, cenouras, nabos, couve e batatas tudo cozido na mesma panela. Esse prato que custa entre 10 e 17 € muito me lembra a D. Amelia (Minha mãe)..... :)

Bacalhauuuu- Portugal é o país do bacalhau, vir aqui e não provar um dos diversos tipos de bacalhau é quase um sacrilégio. Os meus preferidos são: Bacalhau com natas, Bacalhau ao Braz e o Bacalhau a lagareiro com muito azeite. Um prato de Bacalhau não deverá custar mais que 20 . Fora dos centros turísticos eu paguei 10 € no Bacalhau a lagareiro da foto.
O que comer em Lisboa
Bacalhau a lagareiro.
Em Portugal comer não é tão caro, fora que normalmente 1 prato serve duas pessoas ( e olha que sou gordinho) o prato acima era somente 1/3 do prato individual.
Em Portugal, em hipótese alguma deve-se deixar de comer os famosos pasteis de natas. No caso de Lisboa os mais famoso são os Pasteis de Belem que serão mostrados na postagem sobre Belem (se quiser acessar a postagem, clique aqui).

Deixando um pouco a comida de lado, vamos voltar aos pontos turísticos e a história de Lisboa. Eu aconselho a todo viajante começar a descobrir Lisboa a partir da praça do comércio. A praça do comércio ou terreiro do paço era o local aonde os mercadores vindos de outros países comercializavam suas mercadorias.  O complexo de edifícios ao redor da praça foi residencia do real ate 1511 quando D. Manuel I se mudou para o castelo de São Jorge. Localizado à beira do Tejo, o local é ainda hoje uma das maiores praças da Europa. Na margem do rio é possível ver um pequeno cais com colunas de mármore onde figuras importantes como chefes de estado desembarcavam quando chegavam à cidade.
Lisboa
Vista da praça do comercio próximo ao pier.
Saindo da praça do comércio, iremos visitar o castelo de São Jorge. Quem tiver tempo, eu aconselho ir andando para o castelo caminhando pelas ruas do famoso Bairro da Alfama. Nesta postagem irei mostrar os pontos turísticos deste bairro que consegui visitar.
Durante o domínio mouro, os muçulmanos reconstruirão a cidade nos padrões das maiores cidades magrebes com uma mesquita, o palácio do governador e um centro urbano protegido. Boa parte desta estrutura foi construída no bairro chamado de al-hamma que com o tempo passou a ser chamar de Alfama. Aproveitando o assunto, varias palavras em português são herança do árabe em geral grande parte das palavras que começam com Al..... são de origem árabe. Que tiver curiosidade em saber quais palavras são derivadas do árabe clique aqui.
Voltando ao bairro de Alfama irei mostrar os principais pontos da subida da praça do comercio até o castelo de São Jorge:

Catedral de Lisboa - A Sé de Lisboa foi construída em 1150 a mando de D. Afonso Henriques no local onde os mouros construirão sua mesquita. Construída no estilo românico e inspirada na Sé de Coimbra, a catedral sofreu muito com os terremotos que ocorreram em Lisboa principalmente o de 1755. As marcas do terremoto são visiteis na fachada do edifício.
Catedral da Sé - Portugal
Fachada da Sé de Lisboa.
O interior da catedral também sofreu com os terremotos e por esse motivo sua capelas foram reformadas no estilo gótico.
Catedral da Sé Lisboa
Nave central da Sé de Lisboa.
rósea - Vitral
Rósea lateral da Sé.
Igreja de Santo Antonio - O Santo casamenteiro nasceu aqui em Lisboa por volta de 1190 em uma casa próxima a entrada da antiga cidade. Posteriormente no local de sua casa uma Igreja foi edificada em sua homenagem. A igreja original foi destruída durante o terremoto de 1755 dando lugar a Igreja atual. Junto a Igreja também funciona um museu dedicado a vida do Santo. Infelizmente o local estava fechado as duas vezes que passeio por la.....
Lisboa
Fachada da Igreja de Santo Antonio.
santo casamenteiro
Obra de arte na fernte da Igreja de Santo Antonio.
Igreja de Santa Luzia -  A igreja de Santa Luzia foi construída durante o reinado de D. Afonso Henriques pela Ordem dos Cavaleiros de Malta ou Cavaleiros Hospitalários. A ordem dos cavaleiros Hospitalários foi fundada no século XI em Jerusalém para auxiliar os peregrinos que visitavam a Terra Santa e rapidamente se tornou uma ordem militar. Hoje a ordem já não luta contra "infiéis" na terra santa, mas possui lares para idosos, hospitais e outros serviços de saúde e assistência social em 120 países inclusive em Portugal (que saber mais sobre a ordem clique aqui).
Ordem de Malta
Igreja de Santa Luzia.
Painel de azulejos na parede da Igreja de Santa Luiza. 
A pequena igreja construída pelos monges guerreiros ainda é a sede da ordem em Portugal. No largo da igreja há uma modesta fonte e a lateral da igreja possui dois belos painéis de azulejos onde um retrata a praça do comercio e o outro painel representa a conquista de Lisboa por D. Afonso Henriques. Alem dos painéis de azulejo o local ainda oferece um belo mirante.
Painel de Azulejos retratando a conquista de Lisboa.
Vista de Alfama
Mirante de Santa Luzia - Atras da igreja dos Cavaleiros de Malta.


Castelo de São jorge - Construído sobre o ponto mais alto de Lisboa, o castelo tem indícios de presença humana desde da idade do Ferro, como já dito, aqui passaram Fenícios, Gregos e Cartaginenses. O castelo começa a ter sua historia documentada a partir da conquista da Hispânia por legiões romanas, mas foi no período mouristico que a fortaleza ganhou mais força.
Lisboa
Portal de acesso ao Castelo de São Jorge.
Lisboa
Estatua viva representando um guerreiro mouro.
Devido ao fato da maioria dos cruzados que participaram do assalto ao castelo serem devotos de São Jorge, foi colocada a invocação do santo como nome do castelo. No ano de 1255 Lisboa já havia se tornado a capital de Portugal (antes a corte era em Coimbra) e o castelo conheceu seu apogeu pois se tornou o paço real e palácio dos bispos .
Cavaleiro templario
Estatua de D Afonso Henriques no interior do castelo de São Jorge
entrada principal
Patio do Castelo - muito bonito quando não esta chovendo.
Para visitar o castelo será necessário desembolsar 7,50 € que permitem visitar os vestígios do Paço Real, o sitio arqueológico onde há vestígios de ruas e casas do período de dominação moura, um museu com objetos encontrados no próprio castelo e o mirante do qual é possível ver uma boa parte de Lisboa. 
Vista para o Tejo
Vista do castelo de São Jorge para praça do comercio...
Ultimo redulto
Caminho para o ultimo reduto do castelo
Na parte da colina de mais difícil acesso, está localizada uma fortificação de formato quadrangular. Com boa estrutura (foi completamente restaurada em 1940), é possível andar nas muralhas, visitar estruturas como a torre de ménage, cisterna e a torre de Ulisses onde hoje funciona o periscópio (sistema de lentes desenvolvido por Da Vinci) no qual é possível avistar a cidade.
Ultimo reduto
Entrada do ultimo reduto do castelo
Colina Lisboa
Cidade de Lisboa com o imponente castelo de São Jorge ao fundo.

Dentro do castelo há uma cafeteria e um restaurante onde é possível comer alguns pratos típicos, mas não sei se economicamente é interessante um almoço aqui dentro. Quem quiser mais informações sobre o castelo e o restaurante clique aqui
Saindo do castelo e descendo para a margem do Tejo, fiz uma caminha na avenida da alfandega onde ainda é possível visitar alguns pontos interessantes. Um deles remete ao nome do bairro. Alfama é um derivação de Al-hamma que significa banhos ou fontes devido as fontes aqui existiam na época dos mouros. 
Lisboa
Chafariz El-Rei - Usado para abastecer navios com água potável.
Não muito longe do chafariz El-Rei temos a casa dos Bicos. A casa dos bicos foi construída em 1523 a mando do filho do governador da índia portuguesa. A construção foi inspirada no palácio de Diamanti em Ferrara-Itália onde as pedras usadas na fachada tem o formado de bico (ponta de diamante). Hoje no edifício funciona a Fundação José Saramago escritor português premio nobel de literatura.
Lsiboa
Fachada da casa dos bicos.

Usuários de Yahoo e netvibe, assine nosso FEED na barra lateral e fique sabendo de todas nossas atualizações. Semanalmente temos novidades!!!!!


Curtiu nossa postagem ou as fotos? Curta nossa pagina no facebook abaixo:

Postagens mais visitadas

Curta nossa pagina no Facebook