Versalhes - O Palácio dos Palácios.

Provavelmente o mais belo (pelos menos o mais belo que visitei) e com certeza o mais celebre palácio real do mundo de todos os tempos, o Palácio de Versalhes encanta milhares de visitantes todos os anos. Localizado nos arredores de Paris, o maior símbolo do Absolutismo é parada obrigatória para viajantes que estão passando em Paris.
A história do Palácio de Versalhes começou por volta de 1570 com a construção de um pavilhão de caça próxima a floresta de Versalhes. Em 1664 o Rei Luis XIV decidiu construir um castelo próximo a capital Francesa para se tornar o centro administrativo da França. Neste contexto Versalhes seria perfeito, pois é próximo a capital, mas esta longe o suficiente de Paris para se poupar o Rei dos tumultos e doenças que assolavam a cidade. Devido a esse motivo, o Rei Louis XIV decidiu transformar o pavilhão de caça localizado em Versalhes no centro do absolutismo Frances (Não sabe o que é o absolutismo? clique aqui).
França
Entrada do Palácio de Versalhes - França.
Versalhes - França
Estátua equestre de Louís XIV na entrada do Palácio de Versalhes.

Como chegar:

Trem - trem é a maneira mais simples de chegar a Versalhes. Os viajantes que optarem por esse meio de transporte devem pegar a linha C do RER direção Versailles-Rive Gauche (ficar atento a direção do trem, há mais de um destino na linha C). Com custo de 4,10 Euros o trajeto, o RER passa por varias estações de metro na cidade de Paris. Para saber quais estações de metro tem ligação com o RER clique aqui.
Carro - A 22 km de Paris, para os viajantes que estão de carro, não tem como errar o caminho. Saindo de Paris basta seguir pela estrada A13 direto até a cidade de Versalhes.

Ônibus - A empresa Versailles express faz o translado desde Torre Eiffel até a entrada do Palácio com opções de contratação de guias e compra de entradas para o palácio. Para mais informações sobre essa opção de acesso clique aqui.

Excursões - Há algumas opções de excursões que podem ser contratadas em Paris onde esta incluso no preço o transporte, o ticket para entrar no palácio e um guia turístico. Eu nunca usei esse serviço, no entanto, nosso parceiro "a riqueza de viajar" tem algumas dicas sobre o assunto.
Versalhes - França
Galera aguardando para entrar no Palácio no chamado Cour d'Honneur.
O local não é só o mais famoso ou mais belo Palácio do mundo, com uma área total de 800 hectares, o palácio possui 7700 quartos, 2.153 janelas, 567 escadas, 6352 chaminés e 1.250 lareiras o que torna-o um dos maiores palácio do mundo. Esse "exagero" de Palácio foi proposital, durante o reinado de Louis XIV que durou por mais de 70 anos a França passou por um período de grande prosperidade tornando-se a nação mais rica da Europa. Devido a toda essa prosperidade Louis XIV ficou conhecido como o Le Roi-Soleil (O Rei Sol) por achar que sua existência era tão importante quanto a do Astro. Uma figura tão importante e egocêntrica como esta necessitava construir um Palácio a altura do poder e da riqueza de seu governo/nação.   
Palácio de Versalhes - França
Cour d'Honneur du Chateau de Versailles.
Em 1830 o Rei Luis Felipe transformou o Palácio como um museu dedicado a "todas as glórias da França" condição que se manteve ate os dias de hoje. Atualmente a vista ao Palácio de Versailles custa de 15 Euros a 18 Euros. Mais informações acesse o site oficial do Palácio clicando aqui.
Dentro do Palácio, alem de visitar os cômodos do Palácio, há uma grande quantidade de mobiliário de diferentes épocas e uma infinidade de objetos de arte como estatuas e pinturas. Destaque para o retrato de Louis XIV em traje real (confesso que a foto ficou horrível) e uma replica da Coroação de Napoleão pintada por Jacques-Louis David.
Palacio de Versalhes - França
Auto-retrato de Louis XIV - Primeiro Rei a popularizar o uso de perucas na corte.
Palacio de Versalhes - França
Coroação de Napoleão de Jacques-Louis David
Alem das diversas obras de arte expostas no Palácio, aqui é possível visitar alguns cômodos do Palácio dentre os quais podemos destacar os aposentos reais. Isso o Rei e a Rainha dormiam em quartos separados, ela por sua privacidade e ele para poder receber suas amantes.....
O quarto da Rainha assim como o quarto do Rei era dividido em mais de um cômodo onde a principal acomodação serviu de aposento à Rainha  Marie Leszcinzinska  esposa de Louis XIII, a esposa de Louis XIV (Marie-Thérèse) e Maria Antonieta a ultima rainha da França que promovia imensas festas no Palácio. O quarto que teve seu interior pouco modificado desde sua ultima residente impressiona pela quantidade de detalhes, ouro e tamanho.... 
Palácio de Versalhes
Quarta da rainha - Local onde dormia a ultima rainha francesa.
Como mencionado, o quarto de Louis XIV é dividido em algumas salas e ante-salas dentre as quais podemos destacar a cômodo abaixo chamado de são de Hécurles e a galeria dos espelhos com seus 73 metros de comprimento e 357 espelhos que refletem a luz que entra pelas 17 janelas. Neste local grandioso também é possível ver quase 1000 m² de pinturas no teto que mostram algumas realizações de Louis XIV alem dos finos entalhes revestidos de ouro. O salão foi  o local escolhido Luís XVI com Maria Antonieta para festejar o casamento e em outra ocasião a sacada do local foi o local escolhida pelo o Papa Pio VII abençoar o povo francês na ocasião da coroação de Napoleão
Palácio de Versalhes
Salão de Hércules - uma das salas que formavam o quarto real.
Palácio de Versalhes
Galeria dos espelhos - tipico exemplo da riqueza do império de Louis XIV.
Palácio de Versalhes - França
Aposento do Palácio de Versalhes - Cama com talhada dourada e Sol simbolo do monarca ao centro
Quem quiser conhecer com mais detalhes as obras de arte do Palácio e os cômodos que não foram expostos aqui no blog, tem um site em inglês com ilustrações ótimas, para acessar o site clique aqui.
Palácio de Versalhes
Capela real do Palácio de Versalhes.
Saindo do palácio acessamos os jardins/parque de Versalhes. Seus 90 hectares de jardins foram projetado pelo arquiteto André Le Nôtre ( mesmo arquiteto que projetou o jardim de Tuileries em frente ao Louvre). Esse magnifico jardim francês situado na face do do Palácio esta no centro do antigo bosque de caça do rei com 800 hectares. 
Jardim de Versalhes
Primeira parte do Jardim de Versalhes - Detalhe de parte da fachada do Palácio.
Palácio de Versalhes
Jardins do Palácio de Versalhes - Tão belo quanto o interior do Palácio.
No centro do Jardim podemos destacar o chamado Grand Canal em formato de cruz com quase 2 km de extensão onde é possível alugar barquinhos para passeios românticos e as duas fontes onde uma é dedicadas ao Deus Apolo e a outra a sua Mãe Letona (Latona ou Leto). Esse complexo foi a maior obra de engenharia hidráulica de seu tempo.
Grand Canal - Jardim de Versalhes.
O grande canal foi projetado para que no final da tarde, o brilho do por do sol seja refletido pelo canal e pelas duas fontes aumentando assim a iluminação das estatuas nas fontes de Apolo e Letona e na galeria dos espelhos que tem vista para o local. Quem quiser ver uma foto do por do sol nos Jardins de Versalhes clique aqui e/ou aqui.
Detalhe da fonte de Apolo - Foto retirada de Panoramio.
A localização das fontes não são somente para aumentar a luminosidade do palácio, Apolo era um dos símbolos de Louis XIV (O Rei Sol) e na mitologia representava o sol e a luz da verdade, presidia sobre as leis da Religião e constituições das cidades, tudo que Louis XIV julgava ser.
Já a Letona era a mãe de Apolo e Deusa do Anoitecer e da Noite Clara (ou noites de lua cheia), em sua fonte, ao redor da Deusa temos figuras extraídas do poema de Ovídio (Metamorfoses) que representam as frondas (guerras civis ocorridas na França).
Palácio de Versalhes
Fonte de Latone uma das mais belas fontes do Jardim de Versalhes.
Palácio de Versalhes
Vista da fachada do Palácio de Versalhes vista do Jardim de Versalhes.
Devido a prosperidade da França de Louis XIV, seu modelo de governo foi copiado por outros estados europeus. Assim como o modelo governamental, muito palácios foram inspirados no Palácio de Versalhes dentre os mais famosos podemos citar Palácio de Herrenchiemsee, Postdam, e Schloss Wilhelmshöhe todos na Alemanha, o Palácio de Peterhof - Russia, o Palácio Real de Queluz em Portugal, o Palácio de Schönbrunn - Austria, o nosso museu do Ipiranga e o Palácio de Drottningholm - Suécia, etc.....
Jardins de Versalhes - França
Fachada inspiradora de muitos Palácios pela Europa.

Usuários de Yahoo e netvibe, assine nosso FEED na barra lateral e fique sabendo de todas nossas atualizações. Semanalmente temos novidades!!!!!


Curtiu nossa postagem ou as fotos? Curta nossa pagina no facebook abaixo:

CONFIRA TAMBEM....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Passeie pelo mapa e confira todas nossas postagens clicando nos marcadores...