Île de la Cité - O Berço de Paris

A Île de la Cité é uma pequena ilha situada no Rio Sena no coração de Paris. A história da ilha que esta diretamente ligada a história da cidade de Paris inicia-se em 250 a.C. pela tribo de gauleses chamada Parisii que habitava nas margens do Sena até 52 a.C. quando o Imperador Julio Cesar venceu o líder gaulês Vercingétorix, dominou a região e fundou a cidade de Lutécia. A partir do período de invasões Bárbaras (200 a 350 d.C) a população de Lutécia construiu uma fortificação nesta ilhota para resistir as investidas inimigas. Após esse período de invasões, a cidade chamada de Lutécia passou a ser chamara de Paris em alusão aos seus habitantes que ainda eram chamados de Parisiis.
Paris - França
Île de la Cité - Destaque para a Catedral de Notre Dame- créditos da imagem.
Em 481, Clóvis I (Primeiro rei da Dinastia Merovíngia) tornou Paris a capital de seu império e construiu seu palácio sobre o antigo palácio romano localizado na Île de la Cité. Clóvis que era cristão construiu na cidade as primeiras igreja cristãs onde destacava-se a Catedral construída na Île de la Cité dedicada à Saint-Étienne (511-558) que substituiu o antigo templo de Júpiter e que posteriormente foi substituída pela Catedral de Notre Dame.
O local continuou sendo capital do Império Franco até Carlos Magno transferir a corte para a cidade de Aachen. Neste período Paris sofreu com as diversas invasões Vikings (conheça Estocolmo a capital Viking) ate a assinatura do tratado de que garantiu a estabilidade na região (que saber sobre o acordo entre o Rei Carlos III e os Vikings, clique aqui). Após o tratado a cidade se torna um importante centro de ensino religioso e volta a ser a capital do reino.
Paris - França
Catedral de Notre Dame vista da Pont Saint Michel.

Como chegar:

Metro- Essa é a melhor opção de transporte em Paris. A malha metroviária de Paris é excelente e te leva para qualquer lugar por 1,70 Euros, em qualquer guichê de metro é possível comprar tickets com validade de 1 dia (sem limite de viagens) por 6,80 Euros ou 5 dias corridos por 10,55 Euros.
Quem acessar o local de metro o ideal é pegar a linha 4 do metro (Porte d'Orléans - Porte de Clignancourt) e descer na estação Cité. Mais informações sobre o metro de Paris e preços dos tickets clique aqui.
Vista aérea da Île de la Cité - crédito da imagem.

O que visitar:

Catedral de Notre Dame- Uma das primeiras construções góticas da historia, a Catedral mais famosa do mundo é parada obrigatória e um ótimo local para inicial um passeio a Paris. Imortalizada por Victor Hugo em Seu romance Notre-Dame de Paris (O mesmo do Corcunda de Notre Dame) a Catedral dedicada a Nossa senhora foi construida entre 1163-1345 sobre as antigas edificações da Catedral de Saint-Étienne de Paris demolida em 1160 à mando bispo Maurice de Sully idealizou construir uma Catedral que suprisse as necessidades da alta sociedade parisiense.
Île de la Cité - Paris
Fachada da Catedral de Notre Dame.
Vista lateral da Catedral de Notre Dame - crédito da imagem.
Na fachada da catedral temos os portais dedicados a Santa Ana (Direita), da Vigem (Esquerda) e o Portal do Julgamento (centro). No portal dedicada a Santa Ana ao centro temos a Virgem Maria com o menino Jesus ao seu colo rodeado pelo Rei Louis VII e o bispo Maurice de Sully alem de cenas da vida de Ana e Joaquim pais de Maria. No portal da Virgem temos três cenas que representam (vista de baixo para cima) os patriarcas do antigo testamento e o baldaquino que representa a Anunciação, na cena superior temos os apóstolos que rodeiam a imagem da virgem em sua morte e a ascensão aos céus e finalizando a "historia" temos a coroação de Maria por Cristo.
O portal central chamado de Portal do Julgamento também tem uma "historia" em três atos. No primeiro ato é apresenta a ressurreição dos mortos, na banda superior o arcanjo Miguel e o Diabo com a balança das almas separando os "escolhidos" e os "condenados" e por fim Cristo na pose de Julgador.  A cima dos portais temos estatuas dos reis da França.
Imponente no centro da fachada temos a rosácea de 13 metros de diâmetro onde a sua frente no lado exterior  há uma estatua da Virgem Maria segurando o menino Jesus e no vitral visto somente do interior da catedral temos Mãe de Deus ao centro rodeada de medalhões com representação de personagens do Antigo Testamento, profetas, reis e altos clérigos.
`Portais de entrada da Catedral de Notre Dame-credito da imagem.
Paris - França
Rosácea de 13 metros de diâmetro em homenagem a Virgem Maria.
Não é só a arquitetura impar que atrai turistas a Notre Dame, o interior da Catedral é recheada de belas pinturas e escultura deslumbrantes  Dentre as belezas podemos destacar a Pietá de Nicolas Coustou e a cadeirais do coro cuja talhada possui cenas da historia da vida da Virgem Maria. A visita ao interior da igreja é gratuito, interessados podem alugar um audio-guia que falará sobre os principais elementos no interior da catedral por 5 Euros. Quem quiser visitar a sacristia da igreja que expõe objetos dos séculos XVII e XVIII desembolsará 8 Euros por uma visitar de aproximadamente 15 minutos, mais informações sobre a exposição clique aqui
Pietá de Nicolas Coustou - Catedral de Notre Dame
Ao longo de mais de 600 anos a Catedral de Notre Dame presenciou fatos históricos importantes como:
- O Rei Louis (O santo) chagando a catedral, descalço e carregando a coroa de espinhos -1239
- Execução dos templários - 1314
- Coroação de Napoleão Bonaparte - 1804
- Beatificação de Joana d’Arc - 1909
- Cerimônia em memória do General de Gaulle - 1970
Paris - França
Pintura mostrando a Coroação de Napoleão Bonaparte na Catedral de Notre Dame.
Alem da visita interna, na lateral esquerda da Catedral é possível comprar tickets para subir nas torres da igreja (aproximadamente 400 degraus) e ter uma lindíssima  vista de Paris desembolsando 8 Euros (para ver algumas fotos acesse o blog Conexão Paris) ou visitar a cryta arqueológica com escavações que mostram construções do tempo de Lutécia. Para mais informações sobre a Catedral clique aqui.

Saint Chapelle- A capela Santa (tradução livre) é o nome da capela real construída a mando do Rei Louis IX - O Piedoso (São Luis) no interior do palácio na extremidade da ilha que ganhou o nome de Palais de la Cité. Rei Louis IX que habitava esse palácio era conhecido por comprar relíquias cristã, após comprar a coroa de espinhos de Jesus do Rei bizantino Balduíno II, São Luis decidiu construir um enorme relicário (a Saint Chapelle) para expor a coroa. Construída entre 1241 e 1246 o capela também guardou a ossada de São Luis após sua morte
Paris - França
Saint Chapelle - Île de la Cité
Muitos consideram a Saint Chapelle o mais belo templo gótico do mundo. O interior da capela é dividida em dois andares onde no primeiro andar temos a capela conhecida como Chapelle Basse (Capela Baixa). Dedica a Nossa Senhora, a Capela Baixa era o templo de culto aberta a soldados, serviçais e cortesões do rei que viviam no palácio. A belíssima capela vermelha, azul e dourada é decorada os símbolos da monarquia francesa (flor de lis), da família da mãe de São Luis (castelo de castilla) e vitrais que contam a historia de Nossa Senhora. No centro da capela temos uma estatua de São Luis.
Paris - França
Chapelle Basse - Saint Chapelle - Paris
Saint- Chapelle - Paris
Estatua de San Louis na Saint Chapelle.
A parte superior usada pela família real e chamada de Chapelle Haute (capela alta) é a principal atração da visita. Com dimensões de 33 m x 10,70 m a capela possui paredes com colunas fina e exuberantes vitrais de 15 metros de altura repletos de cenas bíblicas. Definida na idade média como um portal para o céu. Olhando os vitrais da esquerda para a direita temos cenas representando passagens bíblicas desde o livro dos Gêneses (primeiro vitral da esquerda) até o livro do Apocalipse (ultimo vitral) o teto azulado com detalhes dourados simula um céu estrelado. 
Saint Chapelle - Paris
Interior da Chapelle Haute com seus magníficos vitrais.
Saint Chapelle
Detalhe de uma passagem bíblica representada nos vitrais da Saint Chapelle.
O acesso a Saint Chapelle é feita na lateral do Palais de Justice e custa 8,50 Euros e o audioguide custa 4,50 Euros . Quem fala francês pode fazer visitas as 11hs e 16h30 acompanhados por um guia gratuito. Todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita. Prepare-se para enfrentar filas, o controle para entrar na capela é enorme e pode retardar um pouco o acesso.
Quem quiser comprar o bilhete combinado Saint Chapelle + Conciergerie irá desembolsar 12,50 Euros. Para mais informações acesse o site oficial da Saint Chapelle clicando aqui.
Saint Chapelle - Paris
Vitrais da Saint Chapelle - Patrimônio mundial da humanidade.
Saint Chapelle - Paris
Rosácea da Chapelle Haute - Saint Chapelle.
Conciergerie - A Conciergerie é o principal edifício remanescente do antigo Palais de la Cité. A data da construção não pode ser precisada pois o local passou por diversas transformações ao longo da historia. Louis IX foi responsável pela construção dos acessos a Saint Chapelle (não existe mais) e torre Bon Bec (bom de bico em francês - 1º torre da direita na foto abaixo) e ganhou esse nome por ser a torre de tortura do castelo onde os condenados confessavam tudo. Durante o reinado de Felipe IV (Felipe - O Belo) foram construídas duas torres circulares (No centro do edifício): a torre do Dinheiro (era o local onde o tesouro real era guardado) e a Torre Cesar (Devido a torre ter sido erguida sobre fundações romanas). 
Île de la Cité - Paris
Fachada voltada para o Sena da Conciergerie 
João II construiu o pavilhão retangular ao lado da torre do dinheiro que abrigava quartos, cozinhas e a sala de armas. Foi também João II que construiu uma torre retangular chamada de torre do relógio que ganhou esse nome por abrigar o primeiro relógio publico da França (1371).
O sucessor João II, Carlos V - O  Sábio mudou o palácio real para outro local e transformou o Palais de la Cité no centro administrativo da França nomeando um zelador (concierge em francês) para cuidar do local que transformou uma parte do local em prisão. 
Durante a revolução francesa foi instalado no local o Tribunal Revolucionário (corte que julgava políticos presos pela revolução) e a prisão se transformou em corredor da morte para prisioneiros que seriam guilhotinados. Até Maria Antonieta a Rainha da França ficou presa aqui aguardando sua execução.
Paris - França
Sala de Armas da Conciergerie.
Dentro da Conciergerie normalmente há exposições temporárias, quando visitei o local havia uma exposição sobre a vida de Joana D'Arc. Alem das exposições temporárias, podemos visitar a antiga cadeia da Conciergerie e conhecer a cela onde Maria Antonieta foi presa ate ser guilhotinada e imaginar um pouco do período conhecido como Terror na história da França (Revolução francesa).
O preço para visitar a Conciergerie é 8,50 Euros, quem comprar o ingresso combinado Conciergerie + Saint Chapelle pagará 12,50 Euros, mais informações sobre o local clique aqui.
Conciergerie - Paris
Peças da exposição sobre Joana D'Arc
Conciergerie - Paris
Visitas as celas da Conciergerie.
Ponte Neuf - Construída em 1557 a mando do Rei Henri III esta ponte cheia de bastiões que lembram muralhas de um castelo foi a primeira ponte construida em pedras de Paris (dai seu nome que significa Ponte nova). Alem da beleza das formas e o prestigio de ser 1º ponte medieval, o local foi palco de fatos históricos marcantes como a execução de Jacques De Molay o ultimo Grão-mestre da Ordem dos Cavaleiros Templários.
Pont Neuf - Primeira ponte de pedras de Paris - crédito da imagem.
A versão mais difundida da historia conta que o Rei da França Felipe - O belo tinha grande dividas com a ordem dos templários. Como sua divida era impagável, ele (Felipe - O belo) e o Papa Clemente V acusarão a ordem de heresia e na Sexta-Feira de 13 de Outubro de 1307 (Dai a superstição sobre Sexta-Feira 13 ser dia de azar) prenderam todos os Templários e tomaram os bens da ordem. Após anos de tortura e a não confissão de Jacques De Molay em 18 de março de 1314 ele foi queimado vivo na base da Pont Neuf. Pouco antes de morrer Jacques De Molay amaldiçoou seus perseguidores e falou que no mesmo ano eles se encontrariam no julgamento final. Coincidência ou não 40 dias depois o Papa Clemente morreu decorrente de uma infecção e o Rei da França morreu pouco depois após cair do seu cavalo. Atualmente há uma placa para lembrar o local onde o ultimo Grão-mestre templário foi executado injustamente.
Local onde Jacques Demolay foi queimado vivo  - credito da imagem

Quem quiser ler outro relato sobre Paris, acesse o site de nosso parceiro A riqueza de viajar clique aqui.

Usuários de Yahoo e netvibe, assine nosso FEED na barra lateral e fique sabendo de todas nossas atualizações. Semanalmente temos novidades!!!!!


Duvidas são bem vindas, postando uma duvida em nosso blog você esta ajudando outros viajantes como você....


Curtiu nossa postagem ou as fotos? Curta nossa pagina no facebook abaixo:

CONFIRA TAMBEM....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Passeie pelo mapa e confira todas nossas postagens clicando nos marcadores...